Lista | Filmes e séries do leste e sudeste asiático pra curtir no Mês do Orgulho LGBT

No mês de junho é celebrado no mundo todo o aniversário da revolta de Stonewall, que apesar de não ter sido a primeira revolta contra repressão encabeçada por LGBTs, virou um marco histórico na organização do movimento no mundo ocidental.

Para celebrar esse mês, preparamos uma lista de filmes e séries do leste e sudeste asiático que nos dão um panorama um pouco diferente do que vemos usualmente em Boys Love, que é um mercado voltado para o público feminino e nem sempre dialoga bem com questões mais reais.

Selecionamos dez filmes e séries para mostrar mais das dinâmicas sociais que envolvem o romance entre homens e a identidade de gênero em alguns países da região. Na lista mesclamos algumas obras de caráter mais histórico, outras não possuem romance em sua trama, mas nos dão um olhar sobre o cotidiano de pessoas LGBT+ da região. Ressaltamos que filmes mais antigos podem conter um linguajar que soa inadequado hoje, mas que em seu lançamento tiveram grande impacto em seus países.

THE IRON LADIES (2000)

A comédia lançada na virada do milênio é uma adaptação de eventos reais: um grupo de homens afeminados e pessoas trans se uniu para criar um time de vôlei e competir num torneio lotado de machismo e LGBTfobia. Liderados por uma treinadora lésbica, com garra e talento eles superam diversas barreiras, inclusive sociais. O sucesso do longa é visto como um momento de virada na mídia, já que subsequentemente se popularizou a presença de personagens LGBTs com mais nuances na mídia. Por ser uma obra bastante antiga, alguns diálogos podem soar ofensivos.

SUK SUK (2019)

Após cumprirem suas obrigações sociais como homens chineses de manter a dinastia, dois senhores se entregam a uma paixão enquanto descobrem uma comunidade de homens gays que luta por um espaço para viver livremente em Hong Kong.


GAY OK BANGKOK (2016)

Financiada por uma ONG de testagem e aconselhamento de HIV, a web série trás uma pegada bem mais real do que é ser gay de forma positiva na cidade de Bangkok. Discute sorologia, sexo seguro, preconceito contra afeminados e pessoas gordas e até solidão trans em sua segunda temporada.

WHAT DID YOU EAT YESTERDAY? (2019)

Adaptação do aclamado mangá seinen de mesmo nome, vemos o cotidiano de um casal gay de meia idade: o fechado advogado Shirou e o emotivo e astral cabelereiro Kenji. Mostra sobre dificuldade de ser quem é no trabalho, como é se assumir para os pais, alguns mecanismos legais que casais na região podem usar e claro, muitas receitinhas bastante afetuosas pro público saborear junto com os personagens.

PAPA AND DADDY (2021)

Descrita como a primeira série gay familiar da Ásia, vemos um casal Damian e Jerry com seu filhinho Kai Kai. Discutindo sobre insegurança de se assumir, paternidade e dinâmicas que o único território onde o casamento homoafetivo é reconhecido poderiam oferecer.

BEAUTIFUL BOXER (2003)

Cinebiografia da lutadora de Muay Thai transexual Nong Toom, conta a sua história desde a infância até sua carreira profissional, onde lutava maquiada contra homens em busca do sonho de sustentar sua família e arcar com os custos de sua transição. Por ser uma obra bastante antiga, alguns diálogos podem soar ofensivos.

FUJOSHI, UKKARI GEI NI KOKURU (2019)

Jun é um garoto gay que não se aceita e costuma se envolver com um homem comprometido. Ele mantém uma amizade virtual com outro garoto gay enquanto eles encontram conforto um no outro e nas músicas da banda Queen. Um dia ele conhece uma fujoshi, uma fã de BL, que fica encantada em conhecer um gay na vida real. Ele acha que talvez ela possa dar a ele uma vida "normal", assim como o seu amante tinha com sua esposa. Com muitos conflitos, eles descobrem que um tem muito a ensinar o outro: ela aprender a diferença entre fantasia e realidade e ele aprender a não se importar tanto com os julgamentos dos outros.

HIS (2020)

Após ser dispensado por seu namorado, Shun decide viver uma vida pacata no interior do Japão. Um dia Nagisa, seu ex, retorna com uma filha. Mostrando a pressão social sobre homens gays na sociedade japonesa, temos um vislumbre da dificuldade judicial que pode envolver paternidade de um homem gay no país.

MY BROTHER'S HUSBAND (2018)

Acompanhamos a visita de Mike, um viúvo canadense, a família de seu amado: seu irmão gêmeo Yaichi e sua filha Kana. Yaichi tem de enfrentar sua homofobia e a exclusão que fez com seu irmão ao passo que a pequena Kana em sua inocência abraça Mike como o mais novo membro da família. O mangá é licenciado no Brasil pela Panini.
 
DEAR EX (2018)

Ao morrer, o marido de San Lian deixou tudo para o amante com quem viveu seus últimos anos de vida. Numa rebeldia, o filho dela passa a morar com esse estranho ex. Aos poucos eles se entendem e numa batalha entre luto, aceitação e entendimento, esse vínculo familiar pouco comum nos fará dar muitas risadas e derramar lágrimas.

Esse são apenas alguns longas que retratam algumas dinâmicas interessantes pro público conhecer. Existem diversos outros clássicos mais experimentais como O Funeral das Rosas, Happy Together e Tropical Malady que são aclamadíssimos. A cada ano novos filmes com diferentes abordagens surgem, como o taiwanês Your Name Engraved Herein.

Postar um comentário

0 Comentários