Tradução | Contos de "HIStory2: Right Or Wrong" escritos pela roteirista da série

No último dia branco dos namorados, data especial da China onde as namoradas retribuem os presentes de seus valentine's, Lin Pei Yu, a roteirista de "HIStory2", publicou uma sequência de contos que servem de continuação para os dois arcos da série. Confira os dois contos com os personagens de "Right or  Wrong".


O CASO DO BOTÃO FALTANDO NA CAMISA DE HE CHENG EN

Durante o florescer as acácias vermelhas sob o calor do verão junino, onde as flores e o calor lutam um contra a intensidade do outro. O ar é quente e seco, mas não impediu ninguém de comparecer à cerimônia de graduação. Contudo, sempre haverá alguém a perpetuar o caos e destruir a harmonia.
Assim como o nosso professor Shi Yijie, que cada dia tava mais amargo.
— Eu mencionei que era a graduação dos calouros já... — disse Fei
— Eu sei, eu só queria agradecer eles pela ajuda que prestaram a você. — falou Shi.
— Eu ajudei eles mais que eles me ajudaram... — comenta Fei.
— VETERANO FEI! — a voz alta de Cheng En ressoou pelo hall, interrompendo eles.
Ambos o olharam com um olhar cansado, um jovem rapaz careca com atitude animada veio correndo até eles. Professor Shi analisou ambos olhos de He, então cerrou os punhos. Ele pensou consigo "Eu venci!", mas o que ele vencera... bem, só ele entendia.
Quando finalmente se encontraram, a primeira coisa que Fei perguntou a He foi:
— Porque sua camisa tá faltando um botão?
— Este tipo de problema está reservado para "minha namorada" resolver.
— Reversado? Que?
— Ah veterano! Você sabe que eu crio problemas só pra que eu possa ser romântico com minha namorada, se não como que passaríamos tempo juntos?
Aprovando as táticas de He, Professor Shi sorriu para Fei e falou:
      - Ouviu o que ele disse?
Fei olha atravessado. He não percebeu os pequenos atos românticos entre o professor e seu veterano. Apontou então a área onde faltava um botão, com restos de linha:
— O segundo botão supostamente é dado pra pessoa que você gosta.
— Por que o segundo botão? — Pergunta professor Shi.
Ao contrário do desinteressado Fei, o maduro professor Shi inocentemente perguntara pois está por fora de pequenos gestos românticos e os significados que os jovens atribuem.
— Porque o segundo botão é o mais próximo ao coração, é por isto — responde He
—Ah, é isto... — Responde professor Shi, observando silenciosamente o botão na camisa de Fei.


JANTAR DE FAMÍLIA

Enquanto Fei colocava o último prato na mesa, ele gritava em direção ao escritório e a sala:
— Shi! Yoyo! Jantar tá na mesa!
— Tou indooo — diz Yoyo.
Ela senta alegremente na mesa, mas não vê o seu pai à mesa. Ela se volta para o escritório e grita — PAI, HORA DO JANTAR!”
— Comecem sem mim — diz Shi.
Fei não conseguia entender o comportamento de Shi após a cerimônia de graduação. Depois daquela conversa com He, ele tem ficado emburrado naquele cômodo. Fei não se aguentava de curiosidade. Depois de falar pra Yoyo que ela não deveria ser seletiva com a comida, ele foi até o escritório para encontrar as roupas de Shi espalhadas pelo cômodo.
— Tá procurando o que? — pergunta Fei.
— Nada de mais, pode ir comer antes de mim.
— Eu posso te ajudar a encontrar... — a fala foi interrompida repentinamente por um intenso beijo de seu marido.
— Seja legal e jante antes — Shi toca aquele ponto sensível atrás das orelhas de Fei e acaricia — Ou você prefere me jantar?
— Eu vou jantar então... — Não importa o quão maduro Fei é, ele não consegue superar as espertezas e cantadas do mais velho. Decide voltar para seu jantar.
Shi suspira de alívio. Depois de distrair o namorado, ele pega o telefone e liga para a Tia Juan.
— Irmã Juan, você ainda tem o uniforme da faculdade do Fei?
— Não só faculdade, tenho do fundamental médio e até mesmo do jardim de infância! — Tia Juan suspira lembrando como seu filho era naquelas idades — Por que?
— Nada... Só que a Yoyo sente muito sua falta, iremos leva-la até sua casa — Shi falava ao telefone, mas seus olhos entregavam uma alegria de caçador.

Postar um comentário

0 Comentários